Layout: Página Comum com Predefinições de Layout

De WikiRio
Revisão de 14h51min de 19 de maio de 2018 por Biantez (discussão | contribs) (→‎Como Chegar a Paraty)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Esta página é um esboço
Este artigo possui pouca informação e precisa que os usuários ajudem a expandi-lo. Por isso, se você souber de alguma informação que possa ser útil, pedimos que colabore. A sua contribuição será traduzida para outros idiomas e você estará ajudando pessoas do mundo inteiro!

Você pode inserir novas informações com muita facilidade. Para isto basta clicar em Editar que está localizado na parte de cima desta página, e começar a escrever.

A cidade


Centro Histórico da cidade.

À primeira vista parece que o tempo parou em Paraty, uma cidadezinha espremida entre a serra e o mar e que teve seu apogeu no Ciclo do Ouro. No Centro, que é tombado pelo patrimônio histórico, é possível encontrar em ótimo estado de preservação casarões coloniais, igrejas dos séculos XVIII e XIX e ruas calçadas pelos escravos em pedras pés-de-moleque.


A cidade tem muitas pousadas para todos os gostos e bolsos. Não deixe de fazer os passeios de escuna ou barco pois valem muito a pena! Em Paraty você vai encontrar ótimos bares, restaurantes e lojas. Acho que uns três ou quatro dias são suficientes para curtir a cidade.

—Turista

Ruas de Paraty.

A cidade é dividida em duas partes. O Centro Histórico, que é voltado para o turismo, e a parte Nova. No Centro Histórico existem pousadas e restaurantes de todos os tipos e preços. Lá também se encontram lojinhas para compras de lembranças, artesanato típico, roupas e muito mais. Tudo é bem pertinho e pode ser feito a pé.

Atenção: Este é um texto de teste e deverá ser removido após a conclusão do processo de seleção do layout. Link para Paraty.

A noite é animada no Centro Histórico, com bares transados que capricham nos cardápios e na programação musical regada a MPB, bossa-nova e rock. Quem quer apenas observar o movimento enquanto toma uma gelada, a dica é o antigo bar Coupê, em frente à Igreja Matriz, com concorridas mesas espalhadas pela calçada.


As melhores praias estão localizadas nas dezenas de ilhas da baia de Paraty, cujo acesso se faz através de passeios de escuna ou alugando barcos que ficam a disposição no pier da cidade. E para quem gosta de cachoeiras, a cidade oferece inúmeras opções, principalmente na estrada que vai de Parati até a cidade de Cunha.

Os supermercados e farmácias ficam na parte nova que fica bem perto do Centro Histórico e é permitido para automóveis. É alí que se situa o Centro de Apoio ao Turista, um ótimo lugar para tirar dúvidas e pegar dicas.


Paraty é uma cidade muito interessante para se conhecer. Além do centro histórico, a natureza da região é espetacular. Durante o dia aproveite para curtir praias e cachoeiras paradisíacas, e de noite aproveite os barzinhos e restaurantes do Centro Histórico.

—Turista


Dica: É bom ter repelente na mochila, principalmente no verão.

O que fazer em Paraty

Paraty é uma cidade muito agradavel cheia de passeios, possue 300 praias, como fica encravada entre a Serra do mar e o litorial tem banho de cachoeira, trilha, visita a fazendas historicas, ao cais, além do centro da cidade que tem casas com mais de 100 anos, tudo tombado pelo patrimonio historico. De Parati vc pode pegar um barco e visitar diversas ilhas que ficam próximas. Como Parati fica muito perto de Angra do Reis inclua no seu passeio.

Roteiro Pronto

Você está confuso com tantas opções? Deixe o WikiRio te ajudar!
Veja o Roteiro de uma semana em Paraty.

Atrações turísticas

Praias

As boas praias de Paraty ficam distante e as que estão mais próximas não são interessantes.

  • Praia de Jumirim -
  • Praia do Jabaquara - é uma praia urbana próxima ao centro, tem vários quiosques e fica próxima do forte, situado em cima do morro do lado direito da praia.
  • Parati Mirim - É uma vila de pescadores com praia de águas calmas cortada por um rio, próximo tem uma aldeia indígena que pode ser visitada. Acesso pelo km 593 da rodovia Rio- Santos, sendo 7 km de terra, passando perto de algumas cachoeiras. Nessa praia é possível pegar embarcações para outras praias da região, como o Saco do Mamanguá. Se você não está de carro em Parati tem ônibus que sai da rodoviária e vai para Parati Mirim.
  • Praia do Engenho - é uma pequena e bonita praia que é possível conhecer apenas de barco, tem algumas casas de pescadores e não tem bar.
  • Saco do Mamanguá - é um braço de mar que entra no continente por 8 km, tem manguezais e unidades de conservação com matas protegidas. É possível chegar de barco saindo de Parati Mirim (fica mais barato pegar um barco em Parati Mirim do que no centro de Parati devido a distancia).
  • Cajaiba - é uma vila que tem algumas praias como a do Pouso, Ipanema, Grande e Itaoca. Todas elas são bonitas. Na Praia do Pouso há camping e casas para alugar além de barzinhos. As praias são ligadas por trilhas. Acesso por barco.
  • Praia Vermelha - é possível conhecer apenas de barco, é pequena e muito bela, fica no roteiro dos passeios de escuna. Tem um restaurante e pedras onde é possível visualizar vários peixes, utilizando snorkel.
  • Praia do Sono - é uma praia muito bonita e deserta, tem algumas casas de pescadores onde se encontram campings e barzinhos bem simples. A galera jovem procura muito esta praia na época do verão. Para chegar nela se pega uma trilha de 1 hora de caminhada, perto do condomínio Laranjeiras (próxima também a Trindade).
RoteiroParaty.jpg
  • Antigos e Antiguinhos - são praias pequenas e desertas muito bonitas. É possível conhecê-las de barco ou a pé, por uma trilha de meia hora a partir da Praia do Sono.
  • Praia de Jumirim - é uma linda praia próxima a Parati, só se chega nela de barco. Fica na rota da maioria dos passeios de barco, tem apenas uma casa e águas calmas e claras. Pode-se praticar mergulho com snorkel e visualizar vários peixes.
  • Praia da Lula - Tem areias claras e mar calminho de águas cristalinas. Boa para banhos, tem canto de pedras indicado para a prática de snorkeling.
  • Praia Vermelha - Perfeita para relaxar, tem areia fofa e mar transparente. Conta com infra-estrutura de bares e restaurantes.
  • Praia Grande da Deserta - Boa para banho, tem águas cristalinas e areias fofas.
Uma das inúmeras cachoeira da região.

Cachoeiras

  • Pedra Branca - são varias quedas dágua que formam poços para banho, fica em propriedade particular. Estrada para fazenda Murycana ( acesso pelo km 4,5 da estrada para Cunha.
  • Poço das Andorinhas - é um poço fundo, com piscinas naturais boas para banho. Estrada para Corisco (acesso pelo km 576 da BR-101 (Rodovia Rio-Santos) para Ubatuba).
  • Tobogã - é a mais divertida e mais visitada cachoeira da região, na verdade é uma pedra bem grande que escorre água e cai em um poço, formando assim um tobogã natural. Estrada para Cunha a 8 km de Parati.

Centro Histórico

Paraty é uma das cidades mais antigas do Brasil. Fundada no século XVI, foi rota do ouro que vinha de Minas Gerais e era levado pra Portugal. Teve também importância na época do café. A arquitetura desse período está muito bem preservada. O que mais se destaca na cidade é o seu centro histórico, que além de casarões e igrejas, conta com restaurantes, bares, pousadas e muitas e variadas lojas. Tudo isso, é claro, mantendo as características do lugar.

Link1

Descrição - Link1

Descrição - Link1

Descrição -

O centro histórico é para ser conhecido a pé. Está tudo bem concentrado e, por isso, as distâncias são curtas. As ruas são da época colonial e, por isso, são muito irregulares. Prefira usar tênis e evite a qualquer custo o salto alto, pois é a maior furada!

  • Igreja Santa Rita - É o cartão postal da cidade e fica em frente ao píer de onde saem os barcos e escunas para os passeios. Ao seu lado direito tem uma praça com canhões antigos.
  • Igreja Nossa Senhora dos Remédios - É a igreja matriz da cidade e tem uma grande praça ao lado.
  • Igreja Nossa Senhora das Dores - Pequena igreja próxima ao rio e de frente para o mar.

VÍDEO: Veja o vídeo de Paraty
DICAS: Os melhores restaurantes do local
DIVERSÃO: Conheça os melhores points da noite
BARATO: Economize na hora de comprar

Eventos da cidade

Muitos eventos ocorrem na cidade. Os mais conhecidos são:

  • Festa Literária Internacional de Parati (FLIP)

É um fenômeno de publico, a cada edição mais e mais pessoas procuram pelo evento. Nesta época a cidade lota de turistas mais até que na época do carnaval e de ano novo. São escritores brasileiros e estrangeiros, tem debates e sessões de leitura. Ocorrem também shows musicais de qualidade. A FLIP ocorre no mês de julho.

  • Festival da Pinga

Ocorre no mês de agosto, na praça da matriz há venda de artesanato, doces e frutos do mar. Tem barracas dos alambiques da cidade com muita cachaça.


Passeios

Passeio de escuna.
  • Passeios de escuna e barcos - Existem muitos barcos a disposição dos turistas. Se você estiver em um grupo, procure negociar com um barqueiro. Você e seus amigos poderão montar um roteiro, negociando preço e o tempo de parada nas praias. Se você tiver sozinho ou em um grupo pequeno, é aconselhável fazer o passeio de escuna, que também também vale muito a pena. Todos os barcos saem do cais, que é facílimo de achar.
  • Caminho do Ouro: é o caminho que era usado para transportar o ouro de Minas Gerais tem cerca de 4 km de calçamento da época todo feito em pedras pelos escravos. Dois quilômetros podem ser visitados de quarta a domingo. Fone: 24 3371-1783

Comprar

  • Entre em todas as lojas e leve um pouco da beleza de Paraty através de seu artesanato local.
  • Paraty transformou-se em importante pólo cultural e artístico, concentrando no Centro um grande número de ateliers de artistas plásticos. Não deixe de conhecer as diferentes expressões artísticas que existem na cidade.
  • A cachaça está muito presente na região. Além de alambiques, encontram-se no centro histórico lojas com inúmeros tipos de cachaça de todo o Brasil, inclusive as fabricadas na cidade.
  • Bancos 24 horas são encontrados na cidade e a maioria dos estabelecimentos aceita cartões de crédito e débito.

À noite

Depois de tantos passeios que a cidade tem a oferecer, o final da tarde e a noite são momentos para curtir o Centro Histórico, passeando calmamente pelas ruazinhas, observando as arquitetura colonial, fazendo compras no comercio que fecha tarde e escolhendo onde jantar.

Também existem inúmeros artistas de rua e, se der tempo, reserve uma das noite para assistir ao Teatro de Bonecos.

Procure saber se está ocorrendo alguma festa tradicional na cidade. Estes eventos são muito animados e geralmente contam com barracas de comida e apresentações de bandas regionais.

A noite, o centro histórico fica ainda mais charmoso. Tem agito na época do verão e nos feriados. Posso destacar alguns lugares como o bar chamado Paraty 33 com musica ao vivo e também o Café Parati, os dois bem montados e em pontos bacanas do centro histórico.

Comer e beber

É dificílima a tarefa de escolher onde comer em Paraty. A cada esquina do Centro Histórico surgem restaurantes especializados nas cozinhas da França, da Itália, da Tailândia... Porém, não abra mão de conhecer a saborosa culinária da região, à base de pescados e sempre tendo a banana da terra como acompanhamento. Experimente o típico Camarão Casadinho - dois crustáceos graúdos assados, recheados com farofa picante de camarões miúdos e presos um ao outro, como um sanduíche.

Reabasteça em um dos bons restaurantes da cidade e ainda curta uma música ao vivo da melhor qualidade.

  • Principais bares de Paraty


O mar está sempre presente.

Quanto ir

  • No mês de Julho, durante a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) - Recomenda-se reservar as pousadas e hotéis com bastante antecedência.
  • A cidade fica lotada no Réveillon e durante o Carnaval.
  • Evite épocas de chuva. Durante o verão, com a temperatura mais elevada, costuma chover no final do dia, mas não chega a ser um problema.
  • Se estiver afim de tranqüilidade o ideal é ir a Paraty em épocas de baixa temporada.

Onde se hospedar

Vista aérea da cidade.


Onde fica

Paraty está localizada no sul do Estado do Rio de Janeiro, no meio do caminho entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

  • Distância de algumas das principais cidades:
São Paulo - 305 km
Rio de Janeiro - 280 km
Ubatuba - 75 km
Guaratinguetá - 95 km
Angra dos Reis - 100 km

Como Chegar a Paraty

  • De avião - Não existem vôos para Paraty, portanto o acesso a Paraty se dá por carro ou ônibus. Se você vem de um lugar distante, o melhor a fazer é tomar um vôo para a cidade do Rio de Janeiro (que fica a 250km de distância) e de lá dirigir-se à Paraty (ver explicação abaixo).

ATENÇÃO: É proibido o tráfego de carros e motos no Centro Histórico de Paraty.

Como chegar a Paraty partindo do Rio de Janeiro

  • De Carro - Seguir pela BR-101. São aproximadamente 235 km que podem ser feitos em 3 horas. Em véspera de feriado o tempo aumenta consideravelmente.
  • De ônibus Intermunicipal - Quem faz o trajeto é a Viação Costa Verde (telefone (24) 3371-1326). São varias saídas diárias:
    • Horários do Rio de Janeiro para Paraty: 04:00h, 06:00h, 07:40h, 09:00h, 12:00h, 14:00h, 16:00h, 19:30h, 21:00h.
    • Horários de Paraty para o Rio de Janeiro: 02:40h, 06:00h, 09:00h, 11:20h, 13:20h, 15:20h, 16: 20h, 19:00h e 21:00h.
      • A viagem do Rio de Janeiro até Parati de ônibus dura cerca de 4 horas.
  • De ônibus Intermunicipal economizando - Embaixo do viaduto em frente à Rodoviária Novo Rio pegue uma van para Angra dos Reis. De lá pegue o ônibus da empresa Colitur para Paraty. Você vai economizar uns 30% nesta modalidade.


Como chegar a Paraty partindo de São Paulo

  • De Carro - A capital fica a 330km de Paraty. Há varias opções, mas as melhores são:
    • Pela Rodovia Ayrton Senna, seguindo Rodovia Carvalho Pinto, depois Rodovia dos Tamoios até a BR-101. Em Caraguatatuba seguir sentido Ubatuba e depois Paraty. São cerca de 285 Km.
    • Pela Rodovia Ayrton Senna, seguindo Rodovia Carvalho Pinto até Taubaté e pegar a Osvaldo Cruz até a BR-101 até Ubatuba e então seguir para Paraty. Total de 293 Km.
    • Pela Via Dutra até a altura de Barra Mansa, depois se deve tomar a RJ-155 e por último a BR-101.
  • De ônibus Intermunicipal - O trajeto é feito pela Viação Reunidas (Telefone (24) 3371-2090). São quatro ônibus diários saindo do terminal do Tietê. Esse ônibus passa também pela cidade de São José dos Campos e depois segue para Angra dos Reis.
    • Horários para Paraty: As 8:00h, 12:15h, 16:00h e 22:00h (aos domingos não tem ônibus das 16:00h). Para voltar também tem quatro horários diários. 09:40h, 13:40h, 16:40h e 23:30h (Não há ônibus aos sábados às 16:40). A viagem saindo de São Paulo dura por volta de 6 horas.

Como chegar a Paraty partindo de Belo Horizonte

  • De ônibus - Existem 2 maneiras de chegar a Paraty de ônibus:
    • Ir primeiro até Angra dos Reis através da companhia de ônibus União. De lá seguir para Paraty (veja explicação abaixo).
    • Ir para Aparecida do Norte. De lá pegar ônibus convencional para Guaratinguetá (que fica a 7 km). De lá existem ônibus que fazem ligação direta para Paraty.

Como chegar a Paraty partindo de Angra dos Reis

Como chegar a Paraty partindo de Trindade

  • De carro - Seguir em direção a São Paulo, dirigindo pela BR por uns 15 km. Entrar na bifurcação para Trindade e seguir a estrada por 5 km.
  • De ônibus - Na Rodoviária de Paraty, pegar o ônibus urbano da linha Paraty-Trindade. O preço da tarifa é de R$ 5,00 (preço de Julho/2010)

Como chegar a partir do Aeroporto Santos Dumont


Como se locomover dentro de Paraty

O Centro Histórico é compacto e pode ser conhecido totalmente a pé. Caso queira ir a algum lugar mais distante, o que raramente acontece, você pode utilizar os moto-táxis que são rápidos e econômicos.


A descrição da consulta tem uma condição vazia.

Ligações Externas