Casa França-Brasil

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

Casa França-Brasil

Fachada da Casa França Brasil

Desde a sua inauguração em 1990, a Casa França-Brasil é um dos principais espaços culturais do Rio de Janeiro. Ela se consolidou como um lugar privilegiado para a realização de exposições, performances e apresentações musicais.

O prédio é um solar neoclássico, que foi encomendado por João VI de Portugal em 1819 para a instalação da primeira Praça do Comércio da cidade, e inaugurado no dia 13 de maio de 1820. Em 1821, ele foi palco do episódio conhecido como "Açougue dos Bragança", em que tropas do príncipe-regente D. Pedro invadiram o local e dispersaram uma manifestação a favor da permanência da corte portuguesa no país. Já em 1824, o prédio passou a sede da Alfândega e, em 1852, foram-lhe promovidas as primeiras reformas e remodelações.

Embora reconhecido em 1938, pelo então Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como de valor arquitetônico inquestionável, a Casa, transformada em depósito após a transferência da Alfândega, e deterioração, só foi reformado novamente em 1951. Entre 1956 e 1978, abrigou o 2º Tribunal do Júri.

O projeto de requalificação do edifício para fins culturais foi concebido por Darcy Ribeiro em 1983, quando ele era secretário de Cultura do estado do Rio de Janeiro. Um projeto de utilização do espaço para múltiplas funções culturais foi concebido pelo museólogo francês Pierre Castel e uma equipe brasileira em 1989. Finalmente, em 29 de março de 1990, o espaço foi inaugurado como "Casa França-Brasil". Em 1992, foi inaugurada a Sala de Cinema e Vídeo Henri Langlois, que exibe produções fora do circuito comercial. Posteriormente, o setor de multimeios foi ampliado, com a organização e a informatização da videoteca e da biblioteca e a geração de ampla base de dados para consultas, que podem ser feitas em cabines individuais, CD-ROMs e banco de dados eletrônicos. A casa também tem uma loja e um bistrô.

A Casa é um espaço plural, palco de manifestações artísticas variadas, mas tem como prioridade projetos planejados especialmente para o centro cultural de forma a integrar efetivamente as obras dos artistas às características únicas do prédio. Atualmente, a Casa conta com um salão de 700m2 e duas salas refrigeradas facilmente adaptáveis a qualquer atividade. Sua Sala de Leitura e os espaços gastronômicos e de convivência oferecem mais opções de entretenimento, conforto e lazer ao visitante, que poderá apreciar uma boa refeição, passar algumas horas agradáveis, consultar catálogos de arte e ver seus e-mails em um terminal. A Casa também disponibiliza um serviço de internet sem fio para os visitantes que desejem acessar a rede com seus notebooks e um bicicletário gratuito.

  • Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 10:00h às 20:00h.
    • Administração: Segunda a sexta, das 10:00h às 19:00h.

O que fazer

Atrações do local

  • Espaço gastronômico
  • Sala de leitura

Nas redondezas


Contatos

Nome
Telefone (21) 2332-5120
Email [email protected]
Website http://www.fcfb.rj.gov.br/



Endereço

Rua Visconde de Itaboraí, 78 - Centro (Rio de Janeiro)
Carregando mapa...


Como chegar

  • De carro - Pode-se chegar pela avenida Presidente Antônio Carlos (que após a Praça XV passa a se chamar Rua Primeiro de Março).
  • De metrô - Saltar na estação Uruguaiana e caminhar 7 minutos até o local.
  • De ônibus - Circulam pela rua Primeiro de Março as linhas convencionais 422, 498, 401.
  • De VLT -


Não encontrou a informação que procura?
Nos envie sua dúvida e lhe responderemos o mais rapidamente possível. E você ainda estará nos ajudando a tornar o WikiRio ainda mais completo.

Entre em contato com o WikiRio


ATENÇÃO: AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO FRUTO DO ESFORÇO DOS COLABORADORES DO SITE E OS DADOS ORA DISPONIBILIZADOS, PODEM CONTER INCONSISTÊNCIA OU DESATUALIZAÇÃO. O WIKIRIO RECOMENDA QUE SE FAÇAM CONSULTAS EM OUTROS MEIOS COM O INTUITO DE CERTIFICAR-SE DAS INFORMAÇÕES SUPRACITADAS.
Para saber mais sobre nossa política de conteúdo, clique aqui.