Discussão:Sana

De WikiRio

Cachoeiras

Cachoeira das Andorinhas - Na cabeceira do Sana - rio Andorinhas, você poderá encontrar esta cachoeira, bastando subir um pouco pelo rio. Tem esse nome porque geralmente no verão aparecem andorinhões em migração, que fazem ninho por lá. É proibido a entrada de churrasqueiras e cães.

Cachoeira do Vaguinho - Com grau de dificílimo acesso. Radical mesmo. Situada nos Altos da Cabeceira do Sana, a 820 metros de altitude, em meio à Mata Atlântica, só podendo ser visitada com acompanhamento do guia Vaguinho (único guia a fazer este serviço).

Escorrega - Localizada no Rio Peito de Pombo com maior afluência dos turistas pelo seu fácil acesso - cerca de 20 minutos de caminhada. Boa para quem gosta de se divertir escorregando em toboágua natural e também para quem gosta de tomar sol deitado nas pedras. Possui piscinas com pouca correnteza, o que é bom para a criançada.

Cachoeira-Mãe - A mais conhecida queda d’água do rio Peito de Pombo no Sana. No verão abrasador das grandes cidades, é grande a afluência de turistas na região à procura desta beleza natural como se fosse uma praia das cidades litorâneas mais conhecidas. Em sua base dá para várias pessoas ficarem tomando banho de sol. Quem quiser correr o risco pode pular da Pedra da Mãe, um salto de 12 metros até o espelho d’água. A cachoeira leva este nome em razão de sua semelhança à imagem mais comum de Nossa Senhora, a mãe de Jesus. O poço apresenta ótima visibilidade em suas águas límpidas onde você poderá se divertir sem correr perigo.

Cachoeira do Pai - Também no rio Peito de Pombo, é a queda d’água de acesso mais difícil. Todos os caminhos que levam até ela são complicados. O caminho ideal é pela trilha existente à esquerda da cachoeira-mãe. No fim da trilha, há uma pedra que parece uma plataforma de piscina, de onde é possível um mergulho de cerca de 16 metros.

Cachoeira do Filho - Só chega a essa cachoeira quem faz o chamado “circuito das águas” e vier pela queda do Pai, no rio Peito de Pombo. Ela é representada por um tobogã que leva você direto para o poço da cachoeira-mãe. Sua descida é muito emocionante e rápida, mas radical, a ponto de provocar escoriações nas costas.

Cachoeira das Sete Quedas - Parte integrante do circuito das águas, parece uma escadaria natural. No verão, fica pra lá de povoada, quase impossível de se curtir ou parar para tirar uma boa foto. Dá para entrar embaixo das quedas d’água e sentir como se estivesse atravessando um tubo.


Roncadeira ou do Tamanduá - Uma das mais belas cachoeiras do Sana, a “Roncadeira”, está localizada nos Altos de São Bento com mais de 80 metros de altura, em local de difícil acesso. Só pode ser visitada com acompanhamento de guias e pagamento de taxa de visitação. Possui um visual pra lá de radical.

Pedra do Peito de Pombo - Uma atração à parte. Para se chegar até ela é necessário percorrer uma difícil trilha de quatro horas, muito íngreme e com trechos de mata fechada. Para realizar essa aventura, contrate um guia ou vá acompanhado de alguém que conheça bem o local. Algumas pessoas levam saco de dormir e pernoitam no alto da pedra, o que é uma ótima opção.

Pousadas