Parque Lage

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

Parque Lage

Ver também: Trilha do Parque Lage ao Corcovado e Jardim Botânico

O parque

Escola de Artes Visuais do Parque Laje

O Parque Henrique Lage é um parque público da cidade do Rio de Janeiro, localizado aos pés do morro do Corcovado, à rua Jardim Botânico. Ligado à memória de nossa cidade, o espaço, na época do Brasil Colonial, era um antigo engenho de açúcar, cujas terras se estendiam até as margens da lagoa (atual Rodrigo de Freitas).

Depois, tornou-se propriedade do industrial Henrique Lage, abrigando uma mansão que o herdeiro da família mandou construir para agradar a esposa, a cantora lírica Gabriela Besanzoni Lage. Réplica perfeita de um ”palazzo romano”, o casarão, construído em torno de uma piscina, tem mármores, azulejos e ladrilhos importados da Itália. O projeto ficou a cargo do arquiteto italiano Mario Vodrel e as pinturas decorativas dos seus salões foram assinadas por Salvador Paylos Sabaté.

Além disso, dois grandes portões se abriram para os caminhos cercados de palmeiras imperiais que levam à mansão. A fachada principal tem pórtico saliente, totalmente revestido de cantaria.

Os jardins que cercam a casa fazem parte do Parque Nacional da Tijuca. São organizados de forma geométrica e o entorno compreende 52 hectares de floresta exuberante, com variedade de espécies da Mata Atlântica.

Ainda encontram-se no Parque Lage algumas ruínas do antigo engenho de açúcar ali existente. Estes valores justificaram o tombamento da área verde e das construções arquitetônicas ao seu redor pelo IPHAN, no ano de 1957, como patrimônio paisagístico, ambiental e cultural da cidade do Rio de Janeiro.

O parque, que estava poluído, foi recuperado em fevereiro de 2002, pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, através da Fundação Parques e Jardins. Ele já serviu de cenário para alguns filmes muito importantes da história do cinema brasileiro e, em 1992, foi considerado Reserva da Biosfera pela UNESCO.

O que fazer no local

Um dia no Parque Lage é diversão garantida e o parque atraia pessoas de todas as idades pela diversidade de atrações. É um ótimo local para passeios em família, para uma manhã romântica ou para um encontro com os amigos, pois possui espaço apropriado para piqueniques e brincadeiras ao ar livre. Além disso, é calmo, silencioso, cheio de verde e paisagens belíssimas. Uma manhã ou uma tarde ali deixará você revigorado para encarar o que for!

Os jardins em formas geométricas e as pequenas grutas espalhadas pelos 52 hectares de área verde propõem descobertas e diversão para adultos e crianças. Para essas últimas, há, ainda, um parque infantil com vários brinquedos.

  • Aquários - Pode-se também circular dentro de uma das cavernas artificiais e admirar os aquários incrustados nas paredes. Os 12 tanques - o maior deles com capacidade para seis mil litros - abrigam diversas espécies de peixes, priorizando espécies de biomas de rios brasileiros.
  • Escola de Artes Visuais - Além da possibilidade de passeios deliciosos, onde há contato próximo com a natureza e nos quais destacam-se o lago e as ilhas artificiais, as pontes com trabalhos em rocaille, o coreto e as grutas, há a Escola de Artes Visuais do Parque Lage, fundada em 1975 e que está instalada no casarão do parque. Ela oferece uma intensa programação cultural e possui um dos mais deliciosos cafés da manhã, o Café du Lage (saber mais logo abaixo nesta página).
  • Fotografar - O Parque Lage oferece cenários excelentes para a prática da fotografia.
  • Namorar - Banquinhos são os lugares ideais para passar bons momentos românticos no Parque Lage, em meio à natureza e ao clima tranquilo do lugar.
  • Trilhas - As trilhas levam os visitantes a recantos com vegetação nativa e possibilitam caminhadas ecológicas que incluem um atalho para o Cristo Redentor. Esta trilha, entretanto, é de grau de dificuldade alta e exige esforço físico, não sendo recomendada para iniciantes. Em cerca de duas horas e meia de subida, os aventureiros subirão cerca de 600 metros. O esforço é compensado com uma vista maravilhosa. O topo da trilha é nos trilhos da Estrada de Ferro Corcovado. Dali, são mais trinta minutos de subida até o topo do morro, onde você pode descansar, lanchar e tirar fotos da vista e na estátua do Cristo. Eventualmente, pode-se desfrutar na caminhada da companhia dos micos que transitam pelas árvores do parque.
VER: Trilha do Parque Lage ao Corcovado

Galeria de imagens

O que fazer nas proximidades

Comer e beber

  • Café Du Lage - Charmoso e aconchegante, ele disponibiliza suas mesas nos corredores que cercam a famosa piscina do casarão onde fica a Escola de Artes Visuais. Em algumas mesinhas, à beira da piscina, as pessoas sentam sobre almofadas que ficam no chão. Ali é possível tomar um delicioso café da manhã nos finais de semana, sempre ao som de boa música. No menu, estão pães artesanais, geléias caseiras, frutas frescas, queijo minas, café, chocolate e suco natural. É também servido brunch e almoço.
    • Horário de funcionamento - Segunda a quinta, das 9:00h às 22:30h. Sexta a domingo, das 9:00h às 17:30h.

Nas proximidades


Endereço

Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico (Rio de Janeiro)
Carregando mapa...

Como chegar

  • De carro - O acesso ao parque se dá pela Rua Jardim Botânico, 414. Há estacionamento no local, amplo e gratuito.
  • De metrô - Saltar na Estação Botafogo e tomar o Ônibus Integração Botafogo/Gávea.
  • De ônibus - As linhas que passam em frente ao Parque Lage são 158, 161, 170, 172, 173, 176, 178, 186, 309, 316, 317, 409, 410, 416, 438, 571, 573 e 583.

Ligações Externas