Sítio Roberto Burle Marx

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

Sítio Roberto Burle Marx

Sobre o sítio

Sítio Roberto Burle Marx

O Sítio Roberto Burle Marx foi a residência particular, de 1973 até em 1994, do mais famoso paisagista brasileiro cujo nome foi dado ao sítio logo após sua doação ao Governo Federal, em 1985. Localizado na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, pertencente ao maciço da Pedra Branca, o terreno de 360.000 metros quadrados e 400m de altitude é hoje uma unidade especial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A vegetação nativa do sítio constitui-se de espécies pertencentes ao manguezal, à restinga e à Mata Atlântica. Convivendo com ela, o acervo botânico e paisagístico, que inclui cerca de 3.500 espécies cultivadas, com ênfase em plantas tropicais autóctones do Brasil, é, segundo a opinião de diversos especialistas do país e do exterior, uma das mais importantes coleções de plantas vivas existentes em todo o mundo. Lagos, morros, nascentes, encostas, brejos, pedreiras e algumas áreas relativamente áridas abrigam esta coleção.

O SRBM conta ainda com importante acervo museológico e bibliográfico, dividido em três conjuntos de imóveis principais, destacando-se, primeiramente, a casa onde o paisagista morava. Esta casa foi aberta ao público em agosto de 1999 e abriga importantes conjuntos, entre os quais pinturas e esculturas do próprio Burle Marx. A casa encontra-se preservada exatamente como por ocasião da morte do doador, constituindo fundamental documento sobre Burle Marx.

Ao lado da casa, localiza-se a Capela de Santo Antônio da Bica, construída no século XVII e restaurada pelo paisagista. Tombada pelo patrimônio estadual, a Capela ainda hoje é utilizada pelos habitantes da região para cerimônias religiosas administradas pela paróquia de Guaratiba.

Além disso, há ainda no local um amplo ateliê com diversas obras expostas, prédio administrativo, salão de festas e casa de hóspedes. O lugar possui também uma biblioteca especializada com cerca de 2.600 títulos em botânica, arquitetura e paisagismo, duas salas de aula, um auditório, um herbário e um laboratório para pesquisas. A estrutura permite o funcionamento regular de cursos de jardinagem, paisagismo e botânica para o público em geral e, mais especificamente, para níveis superiores de graduação.

Em 10 de agosto de 2000, numa sessão solene, comemorativa do centenário de nascimento de Gustavo Capanema, o conselho do IPHAN decidiu que o SRBM seria tombado, o que de fato aconteceu em 14 de junho de 2002.

O que fazer no local

O sítio Roberto Burle Marx é o local que mescla arte, arquitetura e natureza da forma mais deliciosa possível. A visita vale muito a pena para conhecer toda a coleção natural, os objetos expostos, e, é claro, um pouco mais da vida de Burle Marx. Mas, atenção! O Sítio não é aberto ao público para passeios livres. É obrigatória a prévia marcação da visita que se realiza orientada por monitores bem treinados que fornecem informações sobre Roberto Burle Marx, sua obra, a coleção de plantas e seus espécimes individuais.

Você pode ir durante a semana ou no final de semana e ainda pode aproveitar alguma ocasião em que esteja ocorrendo concertos ou exposições organizadas com o apoio da Sociedade de Amigos de Roberto Burle Marx.

Galeria de Imagens

O que fazer nas proximidades

Onde comer e beber

  • Rancho Petisco
  • Tino’s das Américas
  • Tia Penha



Endereço

Estrada Roberto Burle Marx, 2019 / (antiga estrada da Barra de Guaratiba) - Barra de Guaratiba (Rio de Janeiro)


Como chegar

  • De carro: Para quem vai de carro, terá que passar pela Avenida das Américas (Barra da Tijuca e Recreio), virando à esquerda na Estrada Roberto Burle Marx.
  • De ônibus: Pegar ônibus em direção à Barra de Guaratiba, que deixa próximo ao sítio.

Mais informações

  • Telefone / Fax: (21) 2410-1412 (Agendar visita)
  • www.sitioburlemarx.blogspot.com/

Ligações Externas

  • Consultar o verbete Roberto Burle Marx no Wikipedia para saber mais sobre este paisagista.