Categoria:Futebol

De WikiRio

O futebol no Rio de Janeiro

O futebol chegou ao Rio de Janeiro no final do século XIX, introduzido por Oscar Alfredo Cox. No começo, o esporte ficava restrito ás elites bairristas, pois poucos clubes e pessoas participavam do esporte. Nesta época surgiram os primeiros clubes locais como o Paysandu Cricket Club e o Rio Cricket and Athletic Association, ambos criados em 1872, o Flamengo, fundado em 1895 e o Vasco da Gama, em 1898. Porém, era raro encontrar um brasileiro entre os jogadores de futebol, pois marcavam presença, principalmente, os imigrantes europeus que contribuíram direta e indiretamente para a disseminação de novos esportes, além disso, os equipamentos básicos necessários para a prática do esporte não eram vendidos no Brasil e precisavam ser importados da Europa.

Com a criação de mais clubes de futebol e a fama que o esporte alcançou entre os locais, que começava a comparecer em massa aos campos de futebol, fez-se necessário estruturar a realização dos jogos e organizar as competições entre os clubes do Rio e Niterói, como já acontecia em São Paulo e na Bahia. Assim, no dia 8 de junho de 1905, foi fundada a da LMF, que mais tarde mudou de nome para LMSA, pelos seguintes clubes: Football Athletic Club, Fluminense, Botafogo, America, Bangu, Sport Club Petrópolis, Rio Cricket and Athletic Association e Paysandu Cricket Club. Entretanto, após muitas decisões polêmicas, incluindo a decisão de se recusar a registrar jogadores amadores “de cor”, a LMSA acabou por dissolver-se.

Em 29 de fevereiro de 1908, Fluminense, Botafogo, América, Paysandu, Rio-Cricket e Riachuelo fundam outra liga mas com a mesma razão da anterior: LMSA. O Campeonato Carioca só ano seguinte contou com a participação de nove clubes: America, The Bangu Athetic Club, Botafogo Football Club, Fluminense, Haddock Lobo Football Club, Sport Club Mangueira e Riachuelo Football Club, jogando todos contra todos em turno e returno, como era de regra.

Neste tempo, predominava no futebol o amadorismo e o preconceito em relação à cor do atleta e à sua condição social. O futebol era considerado um jogo exclusivo dos homens ricos e brancos. O racismo chegou a tal ponto que os jogadores brancos inventaram uma regra: se um jogador branco cometesse uma falta violenta contra um jogador negro, o juiz marcaria a falta, mas o jogo continuaria a transcorrer normalmente. Porém, se o contrário acontecesse, o juiz apitaria a falta, dando o direito ao branco de revidar a violência sofrida antes de cobrá-la. Havia uma grande rixa entre os “times grandes” e os “times pequenos”. Os times grandes temiam a crescente popularidade dos pequenos, que tinham entre seus jogadores homens pobres e negros. Em 1924, essa rixa acabou fazendo com que os times grandes, Fluminense, Flamengo, Botafogo, Bangu e América, deixassem a Metropolitana e criassem a AMEA

Associação Metropolitana de Esportes Athleticos. Os times que aderissem à nova associação deveriam remover os jogares de classe baixa e os negros. Times pequenos como Vasco da Gama, São Cristóvão e Andaraí inicialmente permaneceram na Liga Metropolitana. O Vasco da Gama recusou proposta de filiação à AMEA, por meio de uma carta histórica assinada por seu presidente José Augusto Prestes:

"Estamos certos de que Vossa Excelência será o primeiro a reconhecer que seria um ato pouco digno de nossa parte sacrificar, ao desejo de filiar-se à AMEA, alguns dos que lutaram para que tivéssemos, entre outras vitórias, a do Campeonato de Futebol da Cidade do Rio de Janeiro de 1923", argumentou Prestes. Ele prosseguiu defendendo seus atletas. "São 12 jogadores jovens, quase todos brasileiros, no começo de suas carreiras. Um ato público que os maculasse nunca será praticado com a solidariedade dos que dirigem a casa que os acolheu, nem sob o pavilhão que eles com tanta galhardia cobriram de glórias". E finalizou, decidindo não entrar na nova entidade: "Nestes termos, sentimos ter de comunicar a Vossa Excelência que desistimos de fazer parte da AMEA".

—José Augusto Prestes

Entretanto, no ano seguinte, a AMEA abandonou o preconceito e concedeu filiação à grande parte dos clubes da liga rival, o que fez com que a LMDT se desfizesse. No Brasil do Estado-Novo, o presidente Getúlio Vargas editou o Decreto-lei nº 3.199 de 14 de abril de 1941, estabelecendo as novas bases da organização dos esportes no país. A partir da entrada em vigor da nova legislação federal, é instituído o Conselho Nacional dos Desportos – CND como entidade reguladora da atividade esportiva no Brasil, cujo presidente era o Sr. Luiz Aranha. Aranha incorporou a Federação Brasileira de Futebol. Dentre as modificações com fins disciplinadores verifica-se a padronização dos nomes das entidades estaduais, que deveriam se denominar, a partir de então, ‘Federação de Futebol’. Uma das novas mudanças impostas, foi a utilização das regras da FIFA para as competições, que passariam a ser disputadas em 2 tempos de 45 minutos, estando proibida a substituição de jogadores. Além disso, deveria haver jogos aos domingos. O campeonato carioca foi disputado por 10 clubes (América FC., Bangu AC., Bonsucesso FC., Botafogo FC., Canto do Rio FC., Flamengo, Vasco da Gama, Fluminense, Madureira AC. E São Cristóvão AC., tendo como vencedor o Fluminense.

Atualmente o Campeonato Carioca conta com três divisões profissionais, sendo disputado por equipes de todas as regiões do Estado do Rio de Janeiro.

 

Campeonato Carioca de Futebol

Ano Campeão Placar(es) Vice-Campeão 3º lugar 4º lugar
1920 Flamengo Fluminense America Botafogo
1921 Flamengo America Bangu Andarahy
1922 America Flamengo Fluminense Botafogo
1923 Vasco da Gama Flamengo São Cristóvão Fluminense
1924 Vasco da Gama Bonsucesso Engenho de Dentro Andarahy
1924 Fluminense Flamengo São Cristóvão Botafogo
1925 Flamengo Fluminense Vasco da Gama Botafogo
1926 São Cristóvão Vasco da Gama Fluminense Bangu
1927 Flamengo Fluminense America Vasco da Gama
1928 America Vasco da Gama Botafogo Flamengo
1929 Vasco da Gama America São Cristóvão Fluminense
1930 Botafogo Vasco da Gama America Bangu
1931 America Vasco da Gama Bangu Botafogo
1932 Botafogo Flamengo Andarahy São Cristóvão
1933 Botafogo Olaria Andarahy Engenho de Dentro
1933 Bangu Fluminense Vasco da Gama Bonsucesso
1934 Botafogo Andarahy Olaria Mavílis
1934 Vasco da Gama São Cristóvão America Bangu
1935 Botafogo Vasco da Gama São Cristóvão Andarahy
1935 America Fluminense Flamengo Bonsucesso
1936 Vasco da Gama Madureira São Cristóvão Botafogo
1936 Fluminense Flamengo America Bonsucesso
1937 Fluminense Flamengo Vasco da Gama Botafogo
1938 Fluminense Flamengo Botafogo Vasco da Gama
1939 Flamengo Botafogo São Cristóvão Fluminense
1940 Fluminense Flamengo Vasco da Gama Botafogo
1941 Fluminense Flamengo Botafogo Vasco da Gama
1942 Flamengo Botafogo Fluminense São Cristóvão
1943 Flamengo Fluminense São Cristóvão Vasco da Gama
1944 Flamengo Vasco da Gama Botafogo Fluminense
1945 Vasco da Gama Botafogo America Flamengo
1946 Fluminense Botafogo Flamengo America
1947 Vasco da Gama Botafogo America Fluminense
1948 Botafogo Vasco da Gama Fluminense Flamengo
1949 Vasco da Gama Fluminense Botafogo Flamengo
1950 Vasco da Gama America Bangu Botafogo
1951 Fluminense Bangu Botafogo Flamengo
1952 Vasco da Gama Flamengo Fluminense Bangu
1953 Flamengo Fluminense Botafogo Vasco da Gama
1954 Flamengo America Bangu Vasco da Gama
1955 Flamengo America Vasco da Gama Fluminense
1956 Vasco da Gama Fluminense Botafogo Flamengo
1957 Botafogo Fluminense Flamengo Vasco da Gama
1958 Vasco da Gama Flamengo Botafogo Fluminense
1959 Fluminense Botafogo
Bangu
Vasco da Gama
1960 America Fluminense Botafogo Flamengo
1961 Botafogo Flamengo
Vasco da Gama
Fluminense
1962 Botafogo Flamengo Fluminense Vasco da Gama
1963 Flamengo Fluminense Bangu Botafogo
1964 Fluminense Bangu Flamengo Botafogo
1965 Flamengo Bangu Fluminense Botafogo
1966 Bangu Flamengo Fluminense Botafogo
1967 Botafogo Bangu Fluminense Flamengo
1968 Botafogo Vasco da Gama Flamengo America
1969 Fluminense Flamengo Botafogo Vasco da Gama
1970 Vasco da Gama Fluminense Botafogo America
1971 Fluminense Botafogo Olaria Flamengo
1972 Flamengo Fluminense Vasco da Gama Botafogo
1973 Fluminense Flamengo Vasco da Gama Botafogo
1974 Flamengo Vasco da Gama America Botafogo
1975 Fluminense Botafogo Vasco da Gama Flamengo
1976 Fluminense Vasco da Gama America Botafogo
1977 Vasco da Gama Flamengo Fluminense Botafogo
1978 Flamengo Vasco da Gama Fluminense Botafogo
1979 Flamengo Octangular final Vasco da Gama Botafogo Fluminense
1979 Flamengo Campeão dos dois turnos Fluminense Vasco da Gama Botafogo
1980 Fluminense 1 – 0 Vasco da Gama Flamengo Bangu
1981 Flamengo 2 – 1 Vasco da Gama Botafogo Bangu
1982 Vasco da Gama Triangular Final Flamengo America Botafogo
1983 Fluminense Triangular Final Flamengo Bangu America
1984 Fluminense Triangular Final Flamengo Vasco da Gama Bangu
1985 Fluminense Triangular Final Bangu Flamengo Vasco da Gama
1986 Flamengo 0 – 0
0 – 0
2 – 0
Vasco da Gama Fluminense Botafogo
1987 Vasco da Gama Triangular Final Flamengo Bangu Fluminense
1988 Vasco da Gama 2 – 1
1 – 0
Flamengo Americano Fluminense
1989 Botafogo 0 – 0
1 – 0
Flamengo Vasco da Gama Fluminense
1990 Botafogo 1 – 0 Vasco da Gama Fluminense Flamengo
1991 Flamengo 1 – 1
4 – 2
Fluminense Botafogo Vasco da Gama
1992 Vasco da Gama Campeão dos dois turnos Flamengo Fluminense América de Três Rios
1993 Vasco da Gama 2 – 0
1 – 2
0 – 0
Fluminense Flamengo Bangu
1994 Vasco da Gama Quadrangular Final Flamengo Fluminense Botafogo
1995 Fluminense Octangular Final Flamengo Botafogo Vasco da Gama
1996 Flamengo Campeão dos dois turnos Vasco da Gama Botafogo Fluminense
1997 Botafogo 0 – 1
1 – 0
Vasco da Gama Flamengo Fluminense
1998 Vasco da Gama Campeão dos dois turnos Flamengo Fluminense Bangu
1999 Flamengo 1 – 1
1 – 0
Vasco da Gama Fluminense Friburguense
2000 Flamengo 3 – 0
2 – 1
Vasco da Gama Botafogo Fluminense
2001 Flamengo 1 – 2
3 – 1
Vasco da Gama Americano Fluminense
2002 Fluminense 2 – 0
3 – 1
Americano Bangu Friburguense
2003 Vasco da Gama 2 – 1
2 – 1
Fluminense Flamengo Americano
2004 Flamengo 2 – 1
3 – 1
Vasco da Gama Fluminense Americano
2005 Fluminense 3 – 4
3 – 1
Volta Redonda Botafogo Americano
2006 Botafogo 2 – 0
3 – 1
Madureira America Cabofriense
2007 Flamengo 2 – 2
2 – 2
(Pênaltis: 4 – 2)
Botafogo Madureira Vasco da Gama
2008 Flamengo 1 – 0
3 – 1
Botafogo Fluminense Vasco da Gama
2009 Flamengo 2 – 2
2 – 2
(Pênaltis: 4 – 2)
Botafogo Vasco da Gama Fluminense
2010 Botafogo Campeão dos dois turnos Flamengo Fluminense Vasco da Gama
2011 Flamengo Campeão dos dois turnos Fluminense Botafogo Boavista
2012 Fluminense 4 – 1
1 – 0
Botafogo Flamengo Vasco da Gama
2013 Botafogo Campeão dos dois turnos Flamengo Fluminense Vasco da Gama
2014 Flamengo 1 – 1
1 – 1
Vasco da Gama Fluminense Cabofriense
2015 Vasco da Gama 1 – 0
2 – 1
Botafogo Flamengo Fluminense
2016 Vasco da Gama 1 – 0
1 – 1
Botafogo Fluminense Flamengo
2017 Flamengo 1 – 0
2 – 1
Fluminense Vasco da Gama Botafogo
2018 Botafogo 2 – 3
1 – 0
(Pênaltis: 4 – 3)
Vasco da Gama Flamengo Fluminense
2019 Flamengo 2 – 0
2 – 0
Vasco da Gama Fluminense Bangu
2020 Flamengo 2 – 1
1 – 0
Fluminense

Principais estádios

Destaque estadio maracana.jpg
Destaque estadio engenhao.jpg
Destaque estadio sao januario.jpg
O Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã, foi inaugurado em 1950, tendo sido utilizado na Copa do Mundo de Futebol daquele ano. Conhecido popularmente por Engenhão é localizado no bairro do Engenho de Dentro. Construído no governo Cesar Maia e de propriedade municipal, mas arrendado pelo Botafogo Futebol de Regatas. O Estádio Vasco da Gama, mais conhecido como São Januário, devido à parte de sua localização estar na rua de mesmo nome, é o estádio de futebol pertencente ao Club de Regatas Vasco da Gama.

Subcategorias

Esta categoria possui apenas a seguinte subcategoria.

Páginas na categoria “Futebol”

Esta categoria contém apenas a seguinte página.