Transporte no Rio de Janeiro

De WikiRio
  1. Introdução
  2. Chegada
  3. Aduaneira e Registro de Entrada
  4. Chegada
    De avião
    De ônibus
    De trem
    De carro
    De navio
  5. Transporte
    Metrô
    Ônibus
    Taxis
    Aluguel de carro
    Ferrovias
    Hidrovias
    Bicicleta
  6. Dinheiro
    Custos médios
    Dinheiro
    Bancos
    Caixa eletrônico
    Câmbio
    Cartões de crédito e débito e Travallers Check
  7. Segurança pessoal
    Assaltos e sequestros
    Cuidados básicos
    Drogas
    Policia
    Mulheres
  8. Saúde
    Hospitais
    Comida e bebida
    Dengue
    HIV eAIDS
  9. Cultura
    Roupas
    Bebidas
    Cumprimentos
    Língua
    Pontualidade
    Gorjetas
  10. Informações básicas
    Eletricidade
    Seguro
    Internet
    Lavanderias
    Correios
    Mapas
    Telefones
    Informações ao turista

O sistema de transporte público do Rio de Janeiro é barato e a maioria dos lugares pode ser facilmente alcançada por ônibus, metrô, táxi, ou uma combinação destes. Para maior liberdade, você pode alugar um carro, mas, dirigir na cidade não é recomendado, a menos que você tenha nervos de aço.

Metrô

Apesar dos vagões lotados em alguns horários, o metrô é uma maneira confortável de circular pela cidade. Em operação desde 1979, ele está limitado a duas linhas, que funcionam de segunda a sábado das 5h às 00h, e aos domingos e feriados de 7h às 23h. Para atender a outras regiões da cidade, o metrô oferece linhas de ônibus que são interligadas com as estações subterrâneas. No site http://www.metrorio.com.br/mapas.htm estão disponíveis mapas e diagramas das estações. O bilhete único custa R$ 3,20. No entanto, é possível comprar um cartão já com as passagens de integração com ônibus, reduzindo o custo. O cartão pré-pago custa a partir de R$ 10.


Ônibus

Embora os ônibus estejam propensos a ação de assaltantes e pequenos furtos, o sistema é amplo com centenas de rotas e milhares de ônibus que circulam 24 horas por dia. Se você souber o nome do bairro para o qual você deseja seguir ou se quiser descobrir onde um ônibus específico passa, o site http://www.rioonibus.com/ disponibliza as informações. Como os números que identificam as linhas de ônibus da cidade passaram por modificações nos últimos meses, o link http://www.fetranspor.com.br/images/stories/noticias/tabeladelinhas22.pdf fornece uma tabela com todas as linhas que atendem o município. Na frente dos ônibus ficam marcados os números e o trajeto, com alguns detalhes da rota. O preço é de aproximadamente R$ 3. A entrada nos ônibus é feita pela porta da frente, e, muitas vezes, o próprio motorista é quem recebe o pagamento da passagem. Caso o ônibus esteja lotado, você pode se dirigir para a porta de saída, localizada no meio ou no fundo do veículo, um pouco antes, para facilitar a sua saída. Mas os motoristas esperam o passageiro chegar até a porta caso o ônibus chegue ao ponto antes de você alcançar a porta. Na orla da Zona Sul, os pontos de ônibus nem sempre possuem sinalização, por isso um grupo de pessoas próximo à rua pode indicar que seja uma parada. Como precaução contra assaltos, não deixe carteiras ou dinheiro nos bolsos de trás de calças ou bermudas, locais de fácil acesso. Também tome cuidado com câmeras fotográficas. Leve bolsas e mochilhas sempre na parte da frente do corpo, junto ao peito. Deve ser adotado um cuidado especial principalmente em ônibus que fazem rotas turísticas, para o Corcovado ou Pão de Açúcar, já que são considerados alvos frequentes de ladrões.


Taxis

Os táxis no Rio estão divididos em convencionais, que são os que possuem a cor padrão amarelo com faixas azul-marinho operando por taxímetro, e os especiais, organizados em cooperativas. Só há padronização de pintura entre os carros da mesma cooperativa. No entanto, a tarifa costuma ser em média 80% mais alta, já que esses táxis não pegam passageiros ao longo do percurso, mas somente através das chamadas radiofônicas.

No taxímetro, está indicada a bandeira, que corresponde à tarifa. A bandeira 1 é operada de 6h às 21h, nos dias úteis de segunda-feira a sábado. A bandeira 2 tem um acréscimo de 20%, e é praticada de segunda-feira a sábado das 21h às 6h e nos domingos e feriados.

De um modo geral, os serviços de táxi do Rio possuem preços razoáveis. Do Centro até Ipanema o preço da corrida custa em média R$ 35, e para Botafogo e Copacabana, R$ 20. Porém, fique atento a preços abusivos cobrados de turistas nos aeroportos por motoristas de táxis convencionais. A menos que você tenha acertado o valor pré-determinado em uma cabine de cooperativa no saguão do terminal.

Algumas empresas recomendadas são


Aluguel de carro

Alugar um carro no Rio de Janeiro não é para principiantes. O trânsito nas principais vias da cidade é caracterizado por uma confusão de congestionamentos, túneis, acessos e viadutos que podem ser rotas difíceis para quem não conhece a cidade. Além disso, o estacionamento é difícil ou impossível. As sinalizações nas pistas muitas vezes não orientam corretamente. Como medida de segurança, ao ver um sinal vermelho entre 22h e 6h é melhor apenas desacelerar, ao invés de parar o carro no semáforo.

Caso você siga para uma cidade do interior do estado, a condução pode ser mais tranquila. Isto, sem levar em consideração as estradas, que muitas vezes são mal iluminadas com asfalto mal conservado, como a BR-101 (que leva às cidades de Angra dos Reis e Paraty). Portanto, não é aconselhável pegar estradas à noite. A BR-116 (Via Dutra) passou por reformas recentes, e apresenta excelente sinalização no asfalto e de placas. É preciso ficar atento aos radares eletrônicos de velocidade, já que a multa será debitada do seu cartão de crédito em caso de carro alugado. Há ainda uma lei de tolerância zero ao consumo de bebidas alcoolicas. Caso a chamada blitz da Lei Seca detecte nível de álcool no sangue do motorista através do teste do bafômetro, ele poderá ser multado e preso. Uma licença de condução internacional pode ser útil, embora sejam aceitas somente por seis meses. Mas você pode enfrentar dificuldades.

Uma carteira internacional de motorista pode ser útil. Ela é válida para visitantes por seis meses, mas nem todos os policiais sabem disso. Caso seu carro seja parado por um policial em algum ponto durante suas viagens, ele poderá deixá-lo seguir ao perceber que é estrangeiro, a não ser que haja algo de errado com o veículo. Ocasionalmente, essa abordagem pode ser intimidatória, já que eles costumam estar com as armas em punho. Fique atento, pois policiais podem querer sugerir um suborno em caso de irregularidade propensa a multa. Neste caso, faça um julgamento pessoal do que deseja fazer e mantenha a calma.

Barcas e Aerobarcos

Da Praça XV, no Centro do Rio, há transporte de barcas peça Baía de Guanabara. Um dos principais pontos turísticos que podem ser acessados deste ponto é a Ilha de Paquetá, ao norte da baía. Um atrativo deste passeio é a paisagem que se observa durante o trajeto pela Baía de Guanabara. Os aerobarcos fazem o mesmo trajeto, mas em menos tempo. No site http://www.barcas-sa.com.br/ é possível consultar horários e tarifas.


Bondes

Emblemáticos do Rio de Janeiro, os últimos bondes pararam de circular pelo bairro de Santa Teresa em agosto de 2011, após um acidente. O serviço será retomado com novos bondes no primeiro trimestre de 2014. Eles partiam do Largo da Carioca, no Centro do Rio, e seguiam para o Aqueduto da Carioca, conhecido como Arcos da Lapa. A estação do bondinho fica atrás do edifício da Petrobras, próximo à Catedral do Rio de Janeiro. A viagem, de aproximadamente 15 minutos, proporciona uma vista diferenciada da cidade, em baixa velocidade.


Bicicleta

Telefones úteis

  • Concer - 0800 282-0040
  • Polícia Rodoviária Federal - 191
  • Corpo de Bombeiros - 193
  • CRT BR116 ((RJ-SP) - 0800-021-0278
  • Lamsa - 0800-24-2355
  • Nova Dutra - BR116 (RJ-SP) - 0800-017-3536
  • Ponte S/A - 0800-022-9333
  • Via Lagos (RJ124) - 0800-700-0124
  • Disque-Detran - (21) 3460-4040 (região metropolitana) ou 0800-20-4040 (interior)